• setembro 9th, 2013
  • Publicado por Redação Concurseiro10

As 10 regras sobre preparação para concursos públicos

regras para a preparação para concursos públicos

Fonte: Blog Do Concurseiro FMP

Ser aprovado em um concurso público é o objetivo da maioria das pessoas que busca estabilidade financeira e o tão sonhado cargo público. A cada ano o número de interessados só aumenta, consequentemente o número de candidatos/vaga. Com tanta gente, assim, disputando uma vaga fica cada vez mais difícil a disputa por uma vaga.

Mas se você já passou desse estágio de preparação, saiba o por que é importante a realização de simulados e provas anteriores 

Ao analisarmos os perfis dos candidato poderemos notar que todos tem algo em comum: além de estudarem muito, eles seguiam um planejamento de estudos. Cada um a seu modo, adequando ao seu estilo de vida, mas, seguiam um planejamento.

Se em nosso post anterior falamos que o futuro concurseiro deve iniciar os estudos antes mesmo de definir os  órgãos para o qual irá prestar concurso, neste post abordaremos as 10 regras que o candidato deve seguir, antes mesmo de começar a estudar e manter durante toda a preparação para o concurso.

Não adianta uma programação que estabeleça seis horas de estudo diário, quando o candidato não possui tempo disponível. Por isso, no planejamento, o primeiro passo é definir claramente o tempo que será utilizado no estudo. O estudo bem planejado possibilita ao candidato um melhor desempenho na hora da prova. Eis as 10 dicas de um bom planejamento:

1 – HORÁRIO

Na definição do horário de estudo, é preciso ter em mente de que duas horas bem aproveitadas são mais úteis que as seis, inicialmente previstas, mas que acabam não sendo cumpridas ou sendo constantemente interrompidas.

2 – DISTRIBUIÇÃO

 Organize seu horário de estudo de forma a que todas as disciplinas do concurso sejam contempladas no planejamento. Todos os tópicos do programa precisam ser estudados. Distribua as disciplinas dando ênfase às mais importantes e também aquelas em que você possui um baixo rendimento.

3 – LOCAL

 O local de estudo deve possuir bastante luz e ser bem arejado. Janelas abertas são sempre o ideal, desde que o ruído externo não seja grande. O candidato deve evitar estudar ouvindo rádio, televisão ou qualquer outra coisa que possa influir em sua concentração. Procure arrumar também em sua mesa todo material que irá precisar, pois isso evitará perda de tempo.

4 – RECURSOS

 A gravação de textos de aulas pode ser um bom auxiliar para quem possui pouco tempo para o estudo. No trajeto para casa você pode ouvir as explicações de um professor ou de um texto gravado de um livro, fixando com isso o assunto. Se a leitura for melhor para você, utilize-a bastante.

5 – EM GRUPO

 Muitas vezes, a simples troca de experiência com outros estudantes facilita o aprendizado das disciplinas. É importante, no entanto, que o grupo seja coeso e disciplinado, evitando-se que o estudo não seja dispersivo e improdutivo.

6 – EXERCÍCIOS

 Na opinião dos professores, quanto mais exercícios forem feitos, maiores as condições do candidato obter sucesso no exame. A alegação é a de que os exercícios são a forma mais rápida para assimilação da matéria estudada, permitindo uma imediata avaliação do estudante.

7 – ESTUDO INTENSIVO

 Uma preparação intensiva próxima ao concurso é útil. Procure memorizar conceitos, regras e dados importantes. Você vai precisar deles na hora de responder às questões propostas na prova. Conserve a tranqüilidade e o pensamento voltado para o sucesso no exame.

8 – REVISÃO

 No período de revisão você não vai estudar tudo de novo. Não há tempo para isso, nem é necessário. Faça a revisão lendo nos textos as partes sublinhadas e as anotações feitas. Estude pelos resumos, esquemas e fichas que você preparou durante sua fase de preparação.

9 – SAÚDE

 Está provado que uma boa saúde contribui muito para o bom aprendizado. O candidato não deve se descuidar dessa área, procurando fazer uma revisão médica. A prática de exercícios físicos, de forma moderada, a fim de evitar contusões é benéfica, pois aumenta a resistência do candidato para o próprio estudo das disciplinas.

10 – CONFIANÇA

 Estude com técnica, com interesse e paciência. O bom resultado final é uma conseqüência natural de sua boa preparação. Planeje o estudo de acordo com sua rotina e forma que você esteja habituado, mas procurando corrigir vícios que prejudiquem seu rendimento. Esteja confiante de que você está dando o máximo de si e que a conquista da vaga é resultado de um processo permanente de estudo. Um revés no concurso não significa uma derrota, mas apenas um sinal de que você deve continuar o seu aperfeiçoamento, procurando corrigir as falhas. Novas oportunidades surgirão e certamente, a vaga ficará cada vez mais próxima.

Posted in : De Concurso, Dicas
Tags:, ,

Deixe um Comentário