• novembro 19th, 2013
  • Publicado por Redação Concurseiro10

Concurso Caixa – Chance de crescimento em pouco tempo!

fachada-caixa-economica-federal-07222010-01-size-598

Além de uma boa remuneração para quem tem o nível médio, o concurso para técnico bancário da Caixa Econômica Federal tem outros fatores que motivam os interessados em construir uma carreira pública a participarem da próxima seleção. Alguns deles são os benefícios, a possibilidade de crescimento profissional, a expectativa de muitas contratações e a expansão da Caixa como empresa.

Inclusive, a possibilidade de se fazer uma carreira de sucesso no banco foi um dos principais pontos destacados pelo representante da Diretoria Executiva de Gestão de Pessoas e Gerente Nacional de Remuneração e Benefícios da instituição, Salomão Azulay, durante entrevista concedida à FOLHA DIRIGIDA e em sua palestra ministrada na 4ª Feira da Carreira Pública & Mercado de Trabalho, em setembro.
Na ocasião, o dirigente da Caixa destacou que o cargo de técnico bancário é a função de ingresso no banco, mas que em muito pouco tempo o funcionário poderá ascender profissionalmente. “O funcionário já entra e começa a subir na carreira após o estágio probatório e, a partir de 90 dias, já tem a oportunidade de exercer funções gratificadas, que é a trajetória interna. O funcionário pode mudar de funções e metas. A cada três empregados do banco, dois têm função gratificada.”
FOLHA DIRIGIDA reúne abaixo as principais declarações de Salomão Azulay concedida na entrevista realizada em setembro.
Ampliação do quadro
“A Caixa tem um planejamento estratégico até 2022 de ampliar rede. O Dest (Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais) autorizou, em julho, a contratação de 15.910 novos funcionários, sendo 6.037 em 2013, 4.850 em 2014 e 5.023 em 2015). Há marcos a cada ano, porque anualmente temos de revisitar e identificar como está a estratégia. As autorizações, inclusive, vão ser confirmadas a cada ano. As de 2014 e 2015 vão depender do contexto econômico nacional e até mundial.”
Crescimento da Caixa
“Nós estamos em uma estratégia agressiva, porque enquanto o mercado está crescendo de 15% a 16%, a Caixa cresceu, nos últimos três semestres, 40% a cada semestre. A visão da Caixa, até 2022, é estar entre os três maiores bancos brasileiros. Nós vemos a Caixa como um banco que se moderniza, busca em seu plano estratégico estar mais presente para a população brasileira, e isso se torna um atrativo para as pessoas participarem dos concursos.”
Abertura de agências
“A previsão é que 2 mil agências sejam abertas até 2015. O ritmo da Caixa tem sido de abrir três agências a cada dia útil. E é natural que quando abre uma agência, haja a necessidade de espaço físico e de pessoas preparadas e qualificadas trabalhando lá dentro, sendo essa a razão pela qual a gente tem contratado. Hoje há 63.700 pontos de atendimento, e abrimos, em média, três agências a cada dia útil. Em junho do ano passado tínhamos 89 mil agências e, em junho desde ano, passamos para 95.632.”
Próximo concurso
“Como nós precisamos manter a estratégia e a ampliação, as agências serão inauguradas e as pessoas devem estar lá preparadas e contratadas. Por isso, vamos fazer o possível para divulgar o edital o quanto antes. O ano que vem é um ano eleitoral, então restringe um pouco nossa atuação como empresa pública, até na questão da contratação. A intenção da Caixa é homologar esse novo concurso até os meses que antecedem o período eleitoral, para contratar ainda em 2014.”
Programa
“O que a gente pode afirmar é que a Caixa está passando por mudanças, porque o mercado muda, o cliente muda, então nós também temos que mudar, e isso reflete na seleção de recrutamento. Poderá haver algumas diferenças porque nós temos uma nova empresa, novos desafios, e temos que adequar todos os processos, principalmente na área de pessoas, e a seleção é um processo muito importante, que pode ser afetado e alterado diante desse contexto. Mas é claro que alguns conceitos vão se repetir porque, por ser de nível médio, são básicos. Português, Matemática, Sistema Financeiro e redação são básicos e importantes, assim como conhecer o conteúdo de onde a Caixa está inserida e o mercado dela também são básicos e permanecem.”
Ascensão profissional
“A Caixa hoje paga o maior salário de entrada. O funcionário já entra e começa a subir na carreira após o estágio probatório e, a partir de 90 dias, já tem a oportunidade de exercer funções gratificadas, que é a trajetória interna. Mas tudo isso depende do processo individual. Aqueles que entram já com graduação, pós-graduação ou com experiências avançam em relação a outros que estão iniciando, porque hoje a Caixa aproveita tudo isso, e também oportuniza para todos que entram. O técnico bancário é o início, a porta de entrada, mas a partir dali ele tem diversas alternativas de trajetória profissional. Ao ser admitido no banco, o funcionário passa por progressão de diferenças salariais, a partir de uma avaliação por mérito, participando do plano de cargos e salários. A Caixa, internamente, tem uma política de carreira que não se limita ao técnico bancário. Nós temos uma trajetória profissional, com exercício de funções gratificadas, que são as atribuições de maior complexidade e responsabilidade, ocupadas em caráter transitório. Dentro dessas funções, há o plano de funções gratificadas, que, inclusive dá suporte para planejamento de trajetória profissional, com movimentação dessas funções, ou seja, o funcionário pode mudar de funções e metas. A cada três empregados do banco, dois têm função gratificada.”
Benefícios
“A Caixa tem uma gama de benefícios muito grande, para o empregado, família, para a atividade que exerce, como planos de saúde, odontológico e previdenciário, participação nos lucros e nos resultados, auxílio-transporte e incentivo à graduação e pós-graduação, entre outros. E a gente tenta não se limitar apenas à questão legal, busca identificar uma situação, para que possa reter talento. Dos 63 benefícios, 22 são legais e o restante é iniciativa do banco, para ser um diferencial no mercado. A nossa taxa de desligamento é muito baixa, menos de 1%, o que significa que pouquíssimas pessoas saem, porque têm muitas oportunidades e acabam seguindo a sua trajetória.”
Escolha da organizadora em andamento
O gerente nacional de Relações do Trabalho e Provimento da Caixa Econômica Federal, João Acácio Pereira, confirmou à FOLHA DIRIGIDA que o banco já está mesmo trabalhando na escolha da organizadora do concurso para técnico bancário, cargo que exige apenas o nível médio e tem remuneração inicial de R$2.715,04. João Acácio Pereira informou que a data de publicação do edital será definida após a escolha da organizadora do concurso, assim como o restante do cronograma. “A definição da organizadora está em andamento e, tão logo seja concluída, será divulgada”, disse.
Como 2014 é ano eleitoral, a Caixa precisará homologar seu concurso até a primeira semana de julho, por isso o banco tem pressa na abertura da seleção e está agilizando ao máximo os preparativos. O gerente nacional de Remuneração e Benefícios do banco, Salomão Azulay, informou em palestra realizada, em setembro, no Rio de Janeiro, que o edital sairia em dezembro, porém, segundo a Assessoria de Imprensa da Caixa, isso deverá ocorrer no início do próximo ano.
Além do cargo de técnico bancário, João Acácio Pereira confirmou que o banco vai abrir seleções para funções de nível superior. “A deflagração dos concursos de técnico bancário, advogado, arquiteto, engenheiro e médico do trabalho ocorrerão todos no primeiro trimestre de 2014”.
O edital de técnico bancário, que requer apenas o nível médio, deverá ser o primeiro a ser divulgado, já que é o cargo com maior demanda de pessoa. A remuneração é de R$2.715,04, sendo R$1.875 de vencimento base, R$472,12 de auxílio alimentação/refeição e R$367,92 de cesta-alimentação.
João Acácio também confirmou que o conteúdo programático para a função de técnico bancário deverá sofrer algumas alterações em relação ao da última seleção, realizada em 2012. Porém, ele não informou quais serão essas mudanças. Apesar disso, especialistas na área recomendam que os futuros candidatos tomem como base o programa do último concurso. “Por mais que ocorram alterações, não deverão ser tão significativas. Com certeza 90% do programa deverá ser mantido. Quando sair o edital, basta os candidatos focarem nas eventuais mudanças”, disse Rosângela Cardoso, coordenadora pedagógica do curso Degrau Cultural.

Em 2012, os participantes fizeram uma redação e uma prova objetiva, que contou com 60 questões, sendo 30 de Conhecimentos Básicos (distribuídas por Língua Portuguesa, Matemática, Atualidades, Ética, Atendimento, História e Estatuto da Caixa e Legislação Específica) e 30 de Específicos (Conhecimentos Bancários e Noções de Informática).
Houve oportunidades para a área de Tecnologia da Informação, para a qual foram cobradas as disciplinas de Tecnologia da Informação e Conhecimentos Bancários II na parte específica. No entanto, ainda não há confirmação se haverá chances para essa área.
Nível superior – Em relação aos cargos de advogado, arquiteto, engenheiro e médico do trabalho, a exigência para concorrer é o nível superior na área. A remuneração para advogado, arquiteto e engenheiro é de R$8.285,04, já incluindo os auxílios, referentes a 40 horas semanais. Para o cargo de médico do trabalho, a carga pode ser de 20 ou 30 horas semanais, sendo a remuneração de R$4.563,04 e R$6.424,04, respectivamente, já com auxílios.
Banco já tem sinal verde para realizar milhares de contratações
A Caixa Econômica Federal está atravessando um período de grande expansão, abrindo em média três agências a cada dia útil, segundo informou o gerente nacional de Remuneração e Benefícios da instituição, Salomão Azulay (ver matéria ao lado). Por isso, o banco recebeu autorização do Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest), vinculado ao Ministério do Planejamento, em julho deste ano, para ampliar em mais 15.910 funcionários o seu quadro de pessoal, até 2015.
Para este ano, foram autorizadas 6.037 contratações. Já para 2014 e 2015, anos em que o novo concurso estará em validade, serão efetuadas 4.850 e 5.023 admissões, respectivamente. Além disso, o banco poderá preencher outras vagas, oriundas de aposentadorias e desligamento de funcionários.
A grande maioria dessas contratações deverá ser com aprovados no próximo concurso, já que as seleções vigentes têm validade somente até meados de 2014. O de 2012 de técnico bancário termina em 14 de junho; o de médico do trabalho (2011) tem o prazo até 22 de março do ano que vem; o de advogado, engenheiro e arquiteto, realizado em 2012, até 8 de julho de 2014; e o de engenheiro civil e médico do trabalho (2013), até 21 de agosto de 2014.
Vale destacar tambem que a Caixa tem tradição de realizar muitas convocações em seus concurso. Da seleção de 2012, ocorreram mais de 17 mil contratações, sendo mais de 1.100 no Estado do Rio de Janeiro.
Fonte: Folha Dirigida

Conquiste uma vaga no concurso da Caixa Econômica Federal ! Estude com o Concurseiro10!

Adquira o curso completo. Desconto exclusivo de 10% – cupom PROMO10.

caixa-economica

Posted in : CEF
Tags:, , , ,

Deixe um Comentário