• julho 2nd, 2014
  • Publicado por Redação Concurseiro10

Dilma abre o cofre e dá aumento à Polícia Federal.

Foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (1) a Medida Provisória (MP) nº 650, do dia 30 de junho de 2014, que dispõe sobre a reestruturação da Carreira Policial Federal e sobre a remuneração da Carreira de Perito Federal Agrário.

Com a MP, agentes, escrivães e papiloscopistas da classe especial da Polícia Federal receberão aumento remuneratório a partir de janeiro de 2015, com o subsídio no valor de R$ 13.756,93. No dia 20 de junho deste ano, o subsídio, que desde 2009 era de R$ 11.879,08, passou a ser de R$ 13.304,57.

Para os federais da 1ª classe, o aumento será para R$ 10.965,77, 2ª classe R$ 9.132,61 e para a 3ª o subsídio será de R$ 8.702,20. Segundo a MP, que altera o artigo 3 da Lei nº 9.266, de 15 de março de 1996, a Carreira Policial Federal é composta por cargos de nível superior, cujo ingresso ocorrerá sempre na terceira classe, mediante concurso público, de provas ou de provas e títulos, exigido o curso superior completo, em nível de graduação, observados os requisitos fixados na legislação pertinente.

Já para a Carreira de Perito Federal Agrário, classe especial, a gratificação que atualmente varia de R$ 46,75, R$ 45,20 e R$ 43,69, passará a vigorar, a partir de janeiro, no valor de R$ 56,38, R$ 54,32 e R$ 52,33.

Veja a íntegra.

O processo que trata da contratação da organizadora do concurso da Polícia Federal (PF) para 600 vagas de agente (nível superior) já foi encaminhado para análise jurídica, segundo fonte no departamento. A expectativa agora é que haja uma definição o mais rápido possível para que o edital de abertura da seleção possa ser divulgado em julho e as provas aplicadas em setembro (em todas as capitais), como previsto inicialmente.

Segundo foi informado, o processo sobre a organizadora está sendo analisado na Assessoria Jurídica do próprio órgão, para onde foi enviado no último dia 16, e não na Consultoria Jurídica do Ministério da Justiça como costuma ocorrer. A fonte não soube informar o motivo para a mudança e as eventuais diferenças desse tipo de procedimento. Independente disso, por lei, a assessoria deve se manifestar sobre o assunto em até 15 dias. No entanto, como após a primeira avaliação, em geral, são propostos ajustes, o esperado é que a contratação seja aprovada, no máximo, em meados de julho.

Quer se tornar um Agente da Polícia Federal? Curso Completo com 60% de desconto! Clique aqui, e veja mais detalhes!

Pacote para Agente da Polícia Federal

Posted in : Polícia Federal
Tags:, ,

Deixe um Comentário