• setembro 9th, 2015
  • Publicado por Redação Concurseiro10

“Trabalhar no INSS é gratificante”, diz servidora.

Inss - Previdencia

Além de uma boa carga horária de estudos, quem vai participar do concurso para o INSS precisa, para ficar motivado, conhecer as suas futuras atribuições e a responsabilidade social do cargo de nível médio, técnico do seguro social, que terá 800 das 950 vagas autorizadas. Mariana Alarcon Linares, de 22 anos, que ingressou no órgão em junho de 2012, após o concurso de 2011, falou dos desafios e da rotina da função. A jovem  foi aprovada em 3º lugar para a agência em que atua, em Brasília, é exemplo para jovens que concluiram o nível médio ou estão iniciando a universidade e que sonham com uma vaga no serviço público. Ela ingressou no INSS com apenas 19 anos, após muita dedicação ao concurso.
“Como eu estava de férias da universidade que estudo eu tinha aula de manhã no cursinho e passava a tarde estudando e revisando as matérias. Além das aulas que eu assistia pela manhã, acredito que estudava cerca de cinco horas por dia.” Segundo ela, valeu a pena todos os esforços. “Ser um servidor público e ter a garantia de um trabalho estável com uma remuneração razoável não é algo que qualquer um tem”, declarou. Ela contou que tem um dia a dia agitado no INSS. “Trabalho na agência da Asa Sul de Brasília, a maior da cidade, com aproximadamente 100 servidores. Atuo diretamente no atendimento ao público, habilitando e finalizando processos administrativos de benefícios previdenciários. São seis horas corridas de trabalho.”
Mariana acredita que lidar com o público diariamente é o maior desafio da carreira. “Atendimento ao público nunca é algo fácil. Ainda mais porque grande parte das pessoas atendidas pelo INSS não conhece praticamente nada sobre a legislação previdenciária, e estão lá, pois necessitam de algum tipo de amparo. O desafio maior é ter paciência para atender às demandas e reconhecer a cada momento que você está lá para realmente servir ao público”, contou. Questionada sobre um perfil ideal para exercer o cargo de técnico do seguro social, a servidora disse que é se adaptar às condições de trabalho e aos desafios, já que existe bastante cobranças, além de o quadro de pessoal ser defasado.
Apesar das dificuldades, ser servidora do INSS, para ela, é gratificante. “É uma sensação de grande responsabilidade. Muitas pessoas que chegam ao INSS para serem atendidas, encontram-se fragilizadas. Como servidor, é seu dever, pelo menos, saber reconhecer o que o outro passa. Alémdisso, claro, tentar ajudá-lo da melhor forma possível, dentro do que prevê,a legislação, mesmo que isso signifique um possível indeferimento do pleito dos requerentes.”
Segundo Mariana Linares, além dos valores referentes a remunerações, gratificações e auxílio alimentação, o INSS oferece o plano de saúde da Geap, que pode ser contratado por coparticipação. “Se você decidir por outro plano, o órgão faz o ressarcimento, de acordo com uma tabela publicada pelo Ministério do Planejamento.” Em relação às promoções, segundo a servidora, elas ocorrem a cada 18 meses de exercício, conforme a Lei nº 10.855/2004. Mariana Linares deixou uma mensagem aos pré-candidatos do INSS.
“Eu dou a dica de que se você vai prestar o concurso, visite uma agência do INSS, que com certeza existe perto de você. Tome tempo para ver como é a rotina de uma agência, nem que seja por uma meia hora. Ser servidor do INSS é um desafio, se você está preparado para isso todos os dias, então estude e confie em Deus, uma hora ou outra a aprovação virá.”
Edital para 950 vagas não vai demorar. 2º e 3º graus
O INSS acelera os preparativos do concurso para 950 vagas, concentrando os esforços no seu “planejamento e organização”, segundo a Assessoria de Imprensa da autarquia. Isso inclui a elaboração do projeto básico, o estudo da distribuição das vagas pelos estados e a escolha da organizadora. O edital precisa ser publicado até 29 de dezembro, prazo estipulado pela portaria de autorização e que, segundo o setor de Recursos Humanos do INSS, será encurtado.
O Cespe/UnB é o mais cotado para organizar seleção, já que reuniu-se com o INSS e, segundo o Sindsprev-RJ, foi confirmado pelo diretor de Gestão de Pessoas, José Nunes Filho. Das 950 vagas, 800 são de técnico do seguro social, de nível médio, e 150 de analista do seguro social, para graduados em Serviço Social. O técnico do INSS tem remuneração de R$4.614,87, que, após seis meses de trabalho, passa para até R$5.259,87. Os analistas, por sua vez, ingressam recebendo remuneração de R$6.832,89, que, depois de seis meses, sobe para até R$7.869,09.
Fonte: Folha Dirigida

QUER SER APROVADO NO CONCURSO DO INSS?!!!! CLIQUE NO BANNER ABAIXO E GARANTA UM DESCONTO EXCLUSIVO NA SUA PREPARAÇÃO!
INSS (1)

 

Posted in : INSS
Tags:,

Deixe um Comentário